Slide # 1

VALDEMIR CINTRA LEVA O PROJETO POESIA NAS ESCOLAS A SÃO BENTO DO UNA

O Projeto Poesia nas Escolas, terá sua edição, no Colégio de Referência José do Patrocínio Mota, na cidade de São Bento do Una, nesta sexta feira, dia 18 de maio... Mais informações »

Slide # 2

ESTUPRADOR DE BELO JARDIM É IDENTIFICADO E CONSIDERADO FORAGIDO PELA POLÍCIA

A Polícia Civil de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, divulgou a identidade do suspeito de estuprar duas jovens dentro do banheiro de um bar no município... Mais informações »

Slide # 3

EX-DIRETOR DE OBRAS ENVIA TEXTO CITANDO E COBRANDO RESPOSTAS DE HÉLIO DOS TERRENOS SOBRE AS OBRAS PARADAS EM BELO JARDIM

O ex-diretor de Obras da prefeitura de Belo Jardim, Ubirajara Carvalho (Bira), enviou para o blog, uma carta dirigida ao prefeito, Hélio dos Terrenos, onde cita... Mais informações »

Slide # 4

MUNICÍPIO DE BELO JARDIM PAGARÁ MULTA QUASE MILIONÁRIA EM RAZÃO DA INCOMPETÊNCIA DO PREFEITO HÉLIO DOS TERRENOS

Belo Jardim está desgovernado. A prefeitura de Belo Jardim deixará de investir até meio milhão de reais do dinheiro de nossos impostos, que seriam destinados...... Mais informações »

Slide # 5

JOÃO MENDONÇA FALA SOBRE O BOATO DE QUE ELE IRIA SE UNIR A HÉLIO DOS TERRENOS, LEIA

Diante dos últimos acontecimentos com o rompimento da aliança Cintra Galvão/Hélio dos Terrenos, e as demissões dos indicados pelo grupo Galvão... Mais informações »

segunda-feira, 25 de maio de 2015


A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), através da Polícia Científica, anunciou nesta segunda-feira (25) o funcionamento do Banco de Dados de Perfis Genéticos “CODIS”, que reúne informações biológicas de condenados por crimes hediondos (homicídio, latrocínio, estupro). O sistema, em atividade desde março deste ano, foi doado pelo FBI e está integrado com outros 18 bancos de dados genéticos de todo Brasil, sob a coordenação da Polícia Federal. Com isso, criminosos que tenham suas informações genéticas armazenadas podem ser identificados com mais agilidade e em diversas partes do mundo.

Para alimentar o banco de dados, a Polícia Científica coletou, em 2014, amostras de 800 detentos da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, no Grande Recife. Deste total, 270 perfis de criminosos já foram traçados e os 530 restantes devem ser incorporados ao CODIS até o final deste primeiro semestre. Após conclusão desta etapa será a vez dos condenados que cumprem pena no Complexo Prisional do Curado, ainda sem data definida. 

A iniciativa de coletar amostras biológicas de condenados por crimes hediondos no Brasil está apoiada na Lei nº 12.654/12​, no entanto é pioneira no País uma vez que os demais bancos de dados do Brasil não contam com amostras de condenados. A gerente geral de Polícia Científica, Sandra Santos, acredita que com esta inovação será possível evitar crimes e salvar vidas. “Hoje nós temos uma série de casos detectados a partir do banco de dados genético. Assim você pode pegar um suspeito caso ele esteja no nosso banco de dados e tenha deixado algum vestígio no local do crime”, explicou.

Agora integrado nacionalmente, o banco de dados faz parte das ferramentas do Laboratório de Perícia e Pesquisa em Genética Forense, implantado em 2012 no Estado, Inicialmente o sistema recrutava apenas infomarções genéticas de cadáveres sem identificação, familiares de pessoas desaparecidas e vestígios biológicos encontrados em locais de crimes (fluidos, ossos, cabelos,etc). 

Estima-se que atualmente o banco de dados reúna amostras de 15 perfis de grupos familiares de pessoas desaparecidas, aproximadamente 100 perfis encontrados em vestígios, sendo a maioria de crimes de agressão sexual. Hoje o Laboratório de Perícia e Pesquisa em Genética Forense auxilia diversos estados do Norte/Nordeste que ainda não dispõem de laboratórios implantados, a exemplo do Maranhão, Sergipe, Piauí, Acre, Tocantins e Alagoas.​

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.