Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014


Pernambucana é a 1ª mulher da história do Brasil a subir ao pódio em mundiais femininos.

A recifense Etiene Medeiros fez história. Aos 23 anos, a pernambucana foi a primeira brasileira da história a conquistar uma medalha para o Brasil em Campeonatos Mundiais. E ela ainda ficou justamente no lugar mais alto do pódio. Etiene venceu a prova dos 50m costas, no início da tarde deste domingo, e ficou com a medalha de ouro da competição disputada em Doha, no Catar. De quebra, a maior nadadora brasileira da atualidade ainda quebrou o recorde mundial com o tempo de 25s67.

O recorde anterior da prova pertencia à croata Sanja Jovanovic, que em 2009 havbia feito o tempo de 25s70. Etiene já havia conquistado a medalha de bronze na competição, porém em provas de revezamentos mistos (com equipes incluindo homens e mulheres).

"Não sei nem o que falar. É muito esforço para estar aqui. Eu estava muito nervosa. As pessoas criam expectativa, e você tem que aprender a lidar com a pressão. Acho que tenho muito a agradecer a todo mundo. Minha família está toda aqui na arquibancada", disse a pernambucana em entrevista ao canal de televisão fechada SporTV.

Fonte: SuperEsportes

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.