Slide # 1

VALDEMIR CINTRA LEVA O PROJETO POESIA NAS ESCOLAS A SÃO BENTO DO UNA

O Projeto Poesia nas Escolas, terá sua edição, no Colégio de Referência José do Patrocínio Mota, na cidade de São Bento do Una, nesta sexta feira, dia 18 de maio... Mais informações »

Slide # 2

ESTUPRADOR DE BELO JARDIM É IDENTIFICADO E CONSIDERADO FORAGIDO PELA POLÍCIA

A Polícia Civil de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, divulgou a identidade do suspeito de estuprar duas jovens dentro do banheiro de um bar no município... Mais informações »

Slide # 3

EX-DIRETOR DE OBRAS ENVIA TEXTO CITANDO E COBRANDO RESPOSTAS DE HÉLIO DOS TERRENOS SOBRE AS OBRAS PARADAS EM BELO JARDIM

O ex-diretor de Obras da prefeitura de Belo Jardim, Ubirajara Carvalho (Bira), enviou para o blog, uma carta dirigida ao prefeito, Hélio dos Terrenos, onde cita... Mais informações »

Slide # 4

MUNICÍPIO DE BELO JARDIM PAGARÁ MULTA QUASE MILIONÁRIA EM RAZÃO DA INCOMPETÊNCIA DO PREFEITO HÉLIO DOS TERRENOS

Belo Jardim está desgovernado. A prefeitura de Belo Jardim deixará de investir até meio milhão de reais do dinheiro de nossos impostos, que seriam destinados...... Mais informações »

Slide # 5

JOÃO MENDONÇA FALA SOBRE O BOATO DE QUE ELE IRIA SE UNIR A HÉLIO DOS TERRENOS, LEIA

Diante dos últimos acontecimentos com o rompimento da aliança Cintra Galvão/Hélio dos Terrenos, e as demissões dos indicados pelo grupo Galvão... Mais informações »

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014


Mais de duas mil capas para celular e tablet possivelmente falsificadas foram apreendidas em duas lojas nos shoppings Recife e Rio Mar. na zona sul do Recife. O balanço da operação Recife Mar foi apresentado nesta sexta-feira pela Polícia Civil.

A apreensão foi realizada quinta-feira, em cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão. A polícia chegou até as lojas Mundo do iPhone e nos quiosques Mundo do Galaxy depois de receber denúncias pelo telefone (81) 3184.3782. De acordo com o delegado Germano Cunha, titular da Delegacia de Crimes Contra a Propriedade Imaterial, os produtos com marcas de luxo eram vendidos por preços que variavam entre R$ 70 e R$ 200.

O representante das lojas foi ouvido e liberado. Agora, a polícia aguarda o laudo do Instituto de Criminalística (IC) para confirmar ou não a falsificação, podendo causar o indiciamento do proprietário pelos crimes contra a propriedade industrial e contra a relação de consumo, além de fraude no comércio.

Fonte: Diário de Pernambuco

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.