Slide # 1

VALDEMIR CINTRA LEVA O PROJETO POESIA NAS ESCOLAS A SÃO BENTO DO UNA

O Projeto Poesia nas Escolas, terá sua edição, no Colégio de Referência José do Patrocínio Mota, na cidade de São Bento do Una, nesta sexta feira, dia 18 de maio... Mais informações »

Slide # 2

ESTUPRADOR DE BELO JARDIM É IDENTIFICADO E CONSIDERADO FORAGIDO PELA POLÍCIA

A Polícia Civil de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, divulgou a identidade do suspeito de estuprar duas jovens dentro do banheiro de um bar no município... Mais informações »

Slide # 3

EX-DIRETOR DE OBRAS ENVIA TEXTO CITANDO E COBRANDO RESPOSTAS DE HÉLIO DOS TERRENOS SOBRE AS OBRAS PARADAS EM BELO JARDIM

O ex-diretor de Obras da prefeitura de Belo Jardim, Ubirajara Carvalho (Bira), enviou para o blog, uma carta dirigida ao prefeito, Hélio dos Terrenos, onde cita... Mais informações »

Slide # 4

MUNICÍPIO DE BELO JARDIM PAGARÁ MULTA QUASE MILIONÁRIA EM RAZÃO DA INCOMPETÊNCIA DO PREFEITO HÉLIO DOS TERRENOS

Belo Jardim está desgovernado. A prefeitura de Belo Jardim deixará de investir até meio milhão de reais do dinheiro de nossos impostos, que seriam destinados...... Mais informações »

Slide # 5

JOÃO MENDONÇA FALA SOBRE O BOATO DE QUE ELE IRIA SE UNIR A HÉLIO DOS TERRENOS, LEIA

Diante dos últimos acontecimentos com o rompimento da aliança Cintra Galvão/Hélio dos Terrenos, e as demissões dos indicados pelo grupo Galvão... Mais informações »

quinta-feira, 27 de novembro de 2014


As placas de alerta para ataques de tubarão no trecho de risco do litoral pernambucano devem ganhar uma nova roupagem. Apesar do modelo atual já ser bastante conhecido pelos banhistas locais e pelos turistas que visitam o estado, o Comitê de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) e o Instituto Oceanário pensam em mudar o formato dos painéis. A ideia foi anunciada ontem, durante a posse do novo presidente do Cemit, o coronel do Corpo de Bombeiros Clovis Fernandes Ramalho. O oficial assume o lugar da professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco Rosângela Lessa, que comandou o órgão por pouco mais de dois anos.

Para Ramalho, as 104 placas espalhadas ao longo das praias do Pina, Boa Viagem, Piedade e Reserva do Paiva devem ter um formato mais atrativo. “Vamos trabalhar para dar continuidade ao que foi desenvolvido até agora. No entanto, vamos debater a modificação das placas de alerta das praias. São placas de advertências e educativas”, pontuou Ramalho.
O novo padrão que está sendo pensado deve ter menos palavras escritas e um novo modelo gráfico. A última grande mudança nos avisos foi feito no ano de 2012. “Estamos pensando em adotar um modelo internacional de placas de alerta”, disse o coronel. Pretendo marcar uma reunião até o final deste ano ainda para tratar sobre isso e outros assuntos”, ressaltou o presidente do Cemit.

Questionada sobre a ideia da mudança nas placas da orla, a professora Rosângela Lessa disse que não vê a necessidade da troca. “Acho que as placas que existem nas nossas praias são excelentes. Elas já são conhecidas em todo mundo. Não acredito que precisem ser modificadas para serem melhor compreendidas”, destacou a ex-presidente do Cemit.
Desde o ano de 1992, 59 pessoas foram atacadas por tubarões no Grande Recife e 24 delas morreram, segundo o Cemit. O último caso aconteceu em julho do ano passado quando a turista paulista Bruna Gobbi, 18 anos, morreu após ser atacada por um tubarão na praia de Boa Viagem. A jovem estava com familiares na água e não conseguiu ser resgatada pelos bombeiros a tempo de escapar do ataque. Bruna foi a primeira vítima fatal do sexo feminino feita por um tubarão em Pernambuco.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.