Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Delegada Gleide Ângelo é a responsável pela Divisão de Apoio a
Testemunhas e Vítimas de Intolerância

Vítimas e testemunhas de crimes de homofobia em Pernambuco agora contam com a Divisão de Apoio a Testemunhas e Vítimas de Intolerância (DIVTVIN), da Polícia Civil. Além do novo setor, que terá profissionais capacitados, esse tipo de crime passa a ser monitorado pelas estatísticas das ocorrências, que permitirá traçar perfis das vítimas e dos agressores.

A divisão começou a ser estruturada em outubro dentro do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Já funcionando plenamente de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, sob o comando da delegada Gleide Ângelo, a Secretaria de Defesa Social (SDS) começa a divulgar o setor. Entre outros casos famosos, a delegada foi responsável pelas investigações da morte do ator Marcelo José da Silva, encontrado sem roupa na praia de Enseada dos Corais, Litoral Sul, em abril do ano passado.

Além de atender as ocorrências e investigar os crimes, também funcionará dentro do DIVTVIN um núcleo especializado para acolher as vítimas de agressões ligadas à homofobia, aprovado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

Para reforçar o trabalho da nova divisão, os crimes que violam os direitos também passarão a ter estatísticas próprias. Novos campos de informação e dados foram acrescentados aos boletins de ocorrência para que se comece a traçar um perfil das vítimas e autores desse tipo de crime.

PROJETO PILOTO - No início de dezembro a Delegacia de Casa Caiada recebeu o novo Sistema de Informações Policiais, o Infopol, para realizar os registros dos crimes de homofobia. A expectativa da Polícia Civil é que o sistema seja implantado em todas as delegacias do Estado, incluindo Agreste e Sertão, até março deste ano.

Fonte: NE10

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.