Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014


Às 11h da manhã desta quinta-feira (16), os brasileiros atingiram a cifra de R$ 100 bilhões em impostos pagos nos primeiros 16 dias deste ano. O valor corresponde aos tributos federais, estaduais e municipais e a marca foi registrada pelo “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

De acordo com a associação, a tendência é de que a carga tributária aumente neste ano por conta do aperto nas contas públicas. Em 2013, a mesma quantia foi registrada no dia 23 de janeiro, sete dias mais tarde. Isto, segundo a ACSP, aponta para o aumento da carga tributária em 2014.

O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado na página do Impostômetro na internet. A ferramenta foi criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) e nela é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando em impostos. Além disso, os interessados podem acompanhar de que forma os governos estão gastando o dinheiro arrecadado.

No ano passado, o “Impostômetro” atingiu a marca recorde de R$ 1,7 trilhão. A estimativa do IBPT é que a carga tributária brasileira subiu para 36,42% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano passado, um pouco acima dos 36,37% do PIB registrados em 2012.

Fonte: Diário de Pernambuco

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.