Slide # 1

ATÉ HOJE, OS BELO-JARDINENSES JÁ PAGARAM MAIS DE 6 MI EM IMPOSTOS E A CIDADE ESTÁ AFUNDANDO

Nessa madrugada de 20 de abril, em apenas 110 dias passados do ano, o belo-jardinense já pagou mais de R$ 6 milhões de reais em impostos... Mais informações »

Slide # 2

TV JORNAL FAZ MATÉRIA EM BELO JARDIM, SOBRE A MORTE DA GAROTA MARIA EDUARDA POR NEGLIGÊNCIA DO HOSPITAL , ASSISTA

No último sábado (14), a pequena Maria Eduarda faleceu por negligência do Hospital Júlio Alves de Lira. A garota deu entrada na unidade hospitalar quatro vezes... Mais informações »

Slide # 3

EX-VENDEDOR DE PICOLÉ REALIZA SONHO DE SER POLICIAL MILITAR

Depois da aula de encerramento do Curso de Formação e Habilitação de Praça (CFHP), o soldado Martins, 26 anos, postou em sua rede social uma foto que remetia sua história... Mais informações »

Slide # 4

TRF-4 NEGA RECURSO E MANDA PRENDER JOSÉ DIRCEU

Ex-ministro foi condenado por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro... Mais informações »

Slide # 5

A CONDENAÇÃO DE INELEGIBILIDADE DE HÉLIO DOS TERRENOS POR OITO ANOS, FOI DESTAQUE NA MÍDIA ESTADUAL, CONFIRA

A noite de ontem não foi nada bem para o prefeito Hélio dos Terrenos. Depois de amargar na cidade e na internet, a notícia de sua condenação a inelegibilidade... Mais informações »

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012



O Ministério Público agiu e no prazo de 48 horas, serão demolidas todas as barracas construídas “ilegalmente” na cidade de Belo Jardim. Por meio de uma ação denominada de: AÇÃO COLETIVA PASSIVA COM PEDIDO DE LIMINAR COM URGÊNCIA, o Ministério Público, por meio do seu representante o Dr. Marcelo Tebet, interviu e as invasões não mais se repetirão.


Uma ação digna que contou com o apoio da população e, diga-se de passagem, com a coragem do vereador Gilvandro Estrela, pois buscou os apoios necessários para proibir o que estavam fazendo com o Centro da cidade, ou com o que sobrou dela e com o “Patrimônio Cultura”, se é assim que podemos chamar antiga Estação Ferroviária.


Não podemos deixar de citar o apoio da Juíza da Comarca, a Dra. Marcirajara Maria Góis de Arruda, que determinou a retirada dessas barracas que estavam prestes a se tornarem, uma imensa favela a céu aberto em pleno Centro de Belo Jardim.

Reações:

3 comentários:

  1. PARABÉNS AS AUTORIDADES DE BELO JARDIM, DEMOLIÇÃO JÁ, EM TODAS AS BARRACAS, NÃO SÓ AS DO CENTRO DA CIDADE, MAIS AS DOS BAIRROS TAMBÉM, POIS ESSAS BARRACAS SÃO APENAS FACHADAS PARA TUDO QUE NÃO PRESTA. SEM FALAR QUE A CIDADE FICA HORROROSA, E ATÉ ESPANTA OS VISITANTES.

    ResponderExcluir
  2. Não Vanda, as demais barracas são legais, se são usadas para outro tipo de coisa, os moradores é que devem procurar a justiça para que seja feita a investigação e coibição do ato errado. Muita gente tira o seu sustento dessas demais barracas, as que estavam sendo construídas eram irregulares e sim, deixariam a cidade com aspecto mal.

    ResponderExcluir
  3. Essa questão de barracas ilegais, tanto quanto à localização, quanto às condições de funcionamento, reflete a ausência do poder público na vida do cidadão!Isso ocorre não somente em BJ mas no Brasil de um modo geral! O Estado Brasileiro só se faz presente no ida a dia das pessoas quando se trata de tungar o bolso do contribuinte , sem que nada seja devolvido em benefícios sociais e qualidade de vida num país que se notabiliza pela falta de competitividade internacional!

    ResponderExcluir

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.