Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O volante Fabrício foi contratado para ser um dos líderes do São Paulo. Mesmo sem ter estreado, o ex-corintiano já tentou ser útil à diretoria. Aconselhou o meia argentino Montillo, seu colega no Cruzeiro, a se transferir para o Tricolor e não para o Corinthians.

"É difícil as pessoas se abrirem. Conversamos. O Montillo sabe que, se dependesse de mim, viria para cá. Conheço o Corinthians e também lhe dei as referências", comentou Fabrício, neste sábado.

O jogador garantiu que falou a Montillo com conhecimento de causa. Afinal, disputou 227 partidas pelo Corinthians entre 2001 e 2005, com 20 gols marcados. "Conheço o outro lado. Aqui é bem melhor. Não peguei a era Sanchez, então fica difícil falar e comparar. Estou comparando com a era Dualib, e o que vejo aqui é tranquilidade, academia, campo, hotel. São várias coisas que colocamos na balança", disse.

Antes mesmo de chegar ao São Paulo, Fabrício já havia se indisposto com o Corinthians. Disputando o título do Campeonato Brasileiro de 2010 pelo Cruzeiro, ele se sentiu injustiçado com um pênalti assinalado (e convertido) em Ronaldo no final do jogo e abandonou o gramado do Pacaembu.

"Não fiz aquilo porque era o Corinthians. Muitas coisas aconteceram e achei melhor sair. Foi um momento de revolta, explosivo. Houve até amigo meu que disse ter me encontrado caminhando na Marginal Tietê", contou o são-paulino Fabrício, aos risos. 

Fonte: SPFC News

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.