Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

“Se os moradores não estão tendo esta prestação de serviço, então, eles, inicialmente, não teriam o dever de pagar”, diz Luciana Rosas, coordenadora do Procon, em Caruaru.

Quem não conhece alguém ou até mesmo já passou por uma situação como pagar uma conta e não ter o serviço? A falta d’água, por exemplo, é a realidade de muitos loteamentos em Caruaru. Sobre o assunto, o ABTV 1ª edição exibiu reportagem que mostra quais são os direitos dessas pessoas que, mesmo sem água, recebem as contas.

Reveja reportagem no vídeo acima.

Um exemplo desse problema são os moradores do loteamento João Barreto, na Rua Doutor Alberto Sabino. Segundo a população, o abastecimento foi cortado há cerca de três meses. Desse jeito, tarefas simples como lavar roupas se tornam um grande desafio.

Água não tem, mas contas, estas sim não deixam chegar. Nesses casos, os moradores têm direitos e devem cobrá-los. “Se os moradores não estão tendo esta prestação de serviço, então, ele, inicialmente, não teria o dever de pagar. Uma solução é procurar a Defensoria Pública, para falar com os advogados que estão a disposição”, explica Luciana Rosas, coordenadora do Procon, em Caruaru.

A gerente regional da Compesa, Niadja Menezes, explica que quem mora em loteamento vive uma situação diferenciada. “Há cada mês, surgem novos loteamentos. O João Barreto é um deles, que fica num local periférico e tem dificuldade de abastecimento. As redes do local são subdimensionadas e comprometem o abastecimento.

Fonte: Portal Mais AB

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.