Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

domingo, 28 de agosto de 2011



O médico do Vasco, Clóvis Munhoz, não só confirmou que o estado de saúde de Ricardo Gomes é grave como disse que a cirurgia no cérebro do treinador é urgente e precisa ser feita o quanto antes para a retirada do sangue no local. "O importante agora é saber de que tamanho é este hematoma e esvaziar este hematoma o mais rápido possível", afirmou. O procedimento será realizado ainda neste domingo e deve ter duração de cerca de três horas.

O estado de saúde de Ricardo Gomes sofreu uma piora considerável desde o momento em que ele deu entrada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Pasteur, no Rio de Janeiro. Munhoz também confirmou o que a "Rádio Globo", do Rio, adiantara momentos antes: que o treinador sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico, está sedado e respira por aparelhos.

A possibilidade de sequelas e o risco de morte não foram descartados pelo médico do clube, que, no entanto, preferiu falar sobre essas chances de forma geral. "O importante agora é fazer isso [cirurgia] no menor tempo possível e evitar que ele tenha qualquer sequela cerebral", explicou. Ele também elogiou a estrutura do hospital para a realização do procedimento. "Aqui tem uma estrutura de anestesia, de aparelhagem de primeiro mundo. Como o Ricardo é uma pessoa forte, saudável, ele vai suportar bem a cirurgia", disse. O estado do treinador é considerado grave pelos médicos, já que esse tipo de acidente vascular é considerado um dos mais graves, com mais complicações do que um simples acidente vascular cerebral (AVC). Ricardo Gomes está sendo avaliado neste momento por uma junta médica que vai definir se haverá ou não necessidade de uma operação. O AVC hemorrágico ocorre quando algum vaso do cérebro se rompe dentro do cérebro, causando a hemorragia.

O treinador passou mal no segundo tempo da partida contra o Flamengo, neste domingo, no Engenhão (empate por 0 a 0), e teve de deixar o gramado em uma ambulância, diretamente para o centro médico do estádio e, logo em seguida, para o Hospital Pasteur. Clóvis Munhoz disse que não houve demora na remoção do treinador do estádio para o hospital.

"Não, pelo contrário. O atendimentro foi até rápido demais, o normal não é ser tão rápido assim. E o que foi feito pelo departamento médico lá [no Engenhão} não foi nada que atrapalhou. Você tem que ter alguns cuidados, pegar veia, tirar pressão, fazer exame neurologico o mais rápido que seja para que ele possa vir na ambulancia com o minimo de segurança", explicou.

Após a partida, Munhoz dissera que, em princípio, o comandante cruzmaltino teve um quadro de "isquemia transitória". "Ele foi levado para o departamento médico aqui do Engenhão, onde foi atendido pela equipe médica de emergência que estava de plantão. Ele teve um quadro de aumento de pressão, muito nervoso, e imagino que ele tenha um quadro de isquemia transitória que a gente só vai poder saber a gravidade após os exames", disse o médico.

Esta não é a primeira vez que o treinador tem um mal estar em uma partida importante. Em 2010, quando era técnico do São Paulo, Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) após o clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. Mas o médico vascaíno rechaçou qualquer relação.

"Não tem nada a ver uma coisa com a outra. O que ele teve no São Paulo foi praticamente desprezível e, na época, ele foi exaustivamente investigado e nada foi encontrado. Não vejo nenhuma relação com o que houve lá", afirmou Munhoz.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.