Slide # 1

VOLTANDO COM CARGA TOTAL!

O projeto de reativar o blog surgiu a partir da necessidade de noticiar os fatos sem cunho sensacionalista e sem a exposição de ofensas que desmerecem e desrespeitam as pessoas. Mais informações »

Slide # 2

INSTAGRAM E WHATSAPP GANHAM INTERAÇÃO PARA COMPARTILHAR FOTOS

Hoje (24), o Instagram ganhou uma integração com o WhatsApp. Os aplicativos, ambos comprados pelo Facebook, agora vão trabalhar juntos no compartilhamento de fotos... Mais informações »

Slide # 3

PRECISAMOS EVOLUIR, PRECISAMOS PENSAR

O brasileiro (em sua maioria) é um ser que precisa urgentemente de vergonha na cara e aprender a respeitar Leis, limites e ser gente de verdade. Precisa encontrar Deus... Mais informações »

Slide # 4

POR R$ 0,20 CENTAVOS

Dois anos atrás, fizeram dezenas de protestos por causa do aumento de R$ 0,20 centavos na passagem de ônibus (e não adianta dizer que não foi só por isso, pois se... Mais informações »

Slide # 5

SE O TROCO FALTAR, É SEU DIREITO TER ARREDONDAMENTO DO VALOR PARA BAIXO

Se você andar em qualquer tipo de comércio, vai perceber a enorme quantidade de produtos que possuem um “valor fantasioso”, como R$1,99... Mais informações »

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Com grande atuação do goleiro, Tricolor quebra o recorde de triunfos nos pontos corridos e dispara na primeira posição. Vozão se afunda na crise.


A molecada do São Paulo fez história no Campeonato Brasileiro neste domingo. Com sete desfalques por problemas físicos e oito jogadores vindos das categorias de base, o Tricolor superou a pressão de atuar no estádio Presidente Vargas e venceu o Ceará por 2 a 0, em Fortaleza, mantendo 100% de aproveitamento e ampliando sua vantagem na liderança. Assista aos melhores momentos no vídeo ao lado.

Principal joia da nova geração do clube, Lucas fechou o placar com um golaço driblando até o goleiro Fernando Henrique. Marlos fez o outro. Destaque também para Rogério Ceni por defender um pênalti ainda no primeiro tempo e realizar defesas milagrosas na etapa final.

O triunfo no Nordeste não só confirma a reação do São Paulo após o fracasso na Copa do Brasil como dá ao clube um feito inédito. Desde 2003, quando o sistema de pontos corridos foi adotado, nenhuma equipe havia obtido cinco vitórias consecutivas nas cinco primeiras rodadas. Com o ótimo início no torneio, o Tricolor dispara na ponta da classificação, agora com 15 pontos, quatro a mais que o Palmeiras, vice-líder. Na próxima rodada, os são-paulinos terão o clássico contra o Corinthians, domingo, às 16h, no Pacaembu.

Lucas, aliás, vai desfalcar a equipe diante do rival paulista. O jogador se apresentará ainda nesta semana à Seleção Brasileira para disputar a Copa América, na Argentina. O Tricolor perderá também, a partir de 7 de julho, Bruno Uvini, Casemiro, Henrique e Willian José, chamados para o Mundial Sub-20.

Já o Ceará entra em desespero com a má campanha. O Vozão, goleado pelo Atlético-GO na rodada anterior, segue sem vencer em casa, estaciona nos quatro pontos e começa a flertar com a zona do rebaixamento. O técnico Vágner Mancini, muito criticado pela torcida, pode perder o emprego nos próximos dias. Na próxima rodada, os cearenses receberão o Palmeiras no PV, domingo, às 16h.

Rogério pula certeiro e defende o pênalti cobrado por Osvaldo (Foto: Agência Estado)

Rogério Ceni pega pênalti, e Marlos marca

A necessidade de se recuperar no Campeonato Brasileiro fez o Ceará transformar o estádio Presidente Vargas em um caldeirão. A torcida compareceu em peso, e o técnico Mancini lançou o time ao ataque. Apostando na velocidade, o Vozão optou por uma marcação pressão nos primeiros minutos e confundiu a saída de bola do São Paulo.

Casemiro e Lucas, encarregados de levar o Tricolor ao campo de ataque, erraram bastante e praticamente não acionaram Henrique e Marlos. Os laterais Jean e Juan também esbarraram na boa marcação adversária e ficaram presos na defesa. Melhor para os cearenses, que criaram (mas perderam) boas chances de marcar com Iarley, lento para finalizar, e Osvaldo, parado por boa defesa de Rogério Ceni.

A partir doa 15 minutos, a pressão diminuiu e o São Paulo conseguiu tocar a bola com mais tranquilidade. Casemiro só não fez de cabeça por causa de grande defesa de Fernando Henrique. No contra-ataque, Xandão cometeu um pênalti infantil em Osvaldo. Do banco de reservas, Mancini determinou que Iarley batesse. Osvaldo, porém, pegou a bola, cobrou e Rogério Ceni espalmou no canto direito, salvando o Tricolor de sofrer o seu segundo gol no Brasileirão.

O erro acabou com a empolgação do Ceará e deu mais calma ao São Paulo, principalmente para organizar o meio-campo e procurar o ataque. Destaque na vitória sobre o Grêmio, Marlos acordou e colocou o Tricolor em vantagem, aos 35 minutos. Em boa jogada pela esquerda, ele passou por um marcador, invadiu a área e tocou rasteiro no canto direito de Fernando Henrique.

O volante tricolor Wellington cerca o atacante Osvaldo no jogo em Fortaleza (Foto: Futura Press)

Lucas faz golaço e garante a vitória

Como ocorreu no primeiro tempo, o Ceará apostou na pressão para tentar empatar. A igualdade só não veio aos quatro minutos por um milagre. Livre na área, Iarley chutou e a bola explodiu na zaga quase em cima da linha. No rebote, Thiago Humberto mandou outra bomba que novamente acertou a defesa.

Paulo César Carpegiani tratou de reforçar ainda mais o sistema defensivo do São Paulo com a mesma estratégia que usou na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG. O treinador sacou Marlos para a entrada do zagueiro Bruno Uvini e liberou Juan para atuar mais próximo da armação. Mesmo assim, o Ceará continuou melhor, mas parou em Rogério Ceni, que fez duas lindas defesas em chutes do veloz Osvaldo.

A tática do contra-ataque deu certo para o São Paulo. Aos 21, o Tricolor pegou a defesa do Ceará aberta e ampliou o placar com um golaço de Lucas. Ele recebeu na entrada da área, passou por um marcador, pelo goleiro Fernando Henrique e tocou para a meta vazia.

Aproveitando o desânimo cearense, os paulistas estiveram próximos de fazer o terceiro, com Jean acertando a trave em cobrança de falta ensaiada. No desespero, O Vozão ainda tentou reagir nos minutos finais, mas Rogério Ceni e a trave, em cabeçada de Washington, garantiram o São Paulo ainda mais líder do Brasileirão.


 
CEARÁ 0 X 2 SÃO PAULO
Fernando Henrique, Diego Macedo (Sinho), Erivélton, Diego Sacoman e Vicente; Heleno, João Marcos, Eusébio (Washington) e Thiago Humberto; Osvaldo e Iarley (Diguinho). Rogério Ceni, Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan; Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro (Carlinhos Paraíba) e Lucas; Henrique (Rivaldo) e Marlos (Bruno Uvini).
Técnico: Vágner Mancini. Técnico: Paulo César Carpegiani
Gols: Marlos, aos 35 minutos do primeiro tempo. Lucas, aos 21 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: João Marcos (Ceará); Juan, Rodrigo Souto, Bruno Uvini (São Paulo)
Data: 19/06/201. Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza-CE. Árbitro: Edivaldo Elias da Silva-PR. Auxiliares: Roberto Braatz-PR e por Márcia Lopes Cateano-RO.

Fonte: Globo Esporte

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

O nosso Blog agradece a sua participação, mas não se responsabiliza por qualquer comentário dos participantes. Todos os comentários serão moderados antes de aparecerem nas postagens. Use o bom senso.

Comente a postagem acima.